Confira 10 "armadilhas mentais" que atrapalham seu sucesso

Muitas pessoas tendem a criar "realidades distorcidas" para justificar que não são competentes para realizar suas tarefas

Por Redação

Muitas vezes, nossa mente nos leva a pensar que não somos competentes para realizar determinadas tarefas. Algumas pessoas tendem a criar realidades “distorcidas”, acreditando que são incapazes. Esse “pensamento tóxico” pode ser um obstáculo para os profissionais terem sucesso e ainda torná-los mais suscetíveis a erros.

Para evitar esse comportamento, conheça as 10 "armadilhas mentais", que te impedem de ser bem-sucedido, dadas pelo site "Entrepreneur".

Crenças limitantes

“Eu não consigo fazer isso”. Essa frase é um clássico exemplo de crença limitante. Muitas vezes, o sentimento de insegurança acaba impedindo as pessoas de acreditarem em seu potencial.

Essas crenças, geralmente, são formadas a partir de experiências negativas. As pessoas devem tomar cuidado e não deixar que essa crença falsa se consolide e vire uma verdade, porque isso pode atrapalhar o potencial de sucesso delas. Em vez de dizer que não pode fazer algo, se pergunte como você poderia fazer determinada tarefa.

Obsessão com o perfeccionismo

A busca por aprimorar o seu trabalho é uma ótima qualidade. Isso pode ajudar as pessoas a crescerem e aprenderem mais. No entanto, é preciso aceitar que você não é perfeito, aconselha o texto.

Muitas vezes, a obsessão pelo perfeccionismo é o resultado do medo da crítica e da rejeição. Muitos, profissionais, por exemplo, se sentem apreensivos que outras pessoas julguem ou coloquem defeitos em seu trabalho.

É necessário tomar cuidado com o perfeccionismo. Essa atitude te leva a perder prazos e ainda pode impedir que você aprecie suas conquistas, porque para você seu trabalho nunca estará bom suficiente.

Ter apenas um ponto de vista

As pessoas tendem a ver as coisas com olhares diferentes. Entretanto, muitas vezes nossa perspectiva pode vir carregada de uma visão negativa. Essa armadilha mental, muitas vezes, confirma as nossas próprias crenças.

As pessoas tendem ver as coisas apenas por suas perspectiva. Em muitos casos, elas interpretam as informações para que elas se encaixem na “caixinha” do seu ponto de vista. Isso ocorre, principalmente, com assuntos que somos ligados emocionalmente.

Esse comportamento pode nos levar a decisões erradas e nos impedir de sermos bem-sucedidos.

Medo de mudança

“Para que mudar? É muito mais seguro deixar as coisas como estão”. Esse pensamento já deve ter passado pela mente de muitas pessoas. No entanto, as mudanças são inevitáveis, de acordo com o texto.

Para se alcançar o sucesso, é preciso apostar na inovação e na resolução criativa dos problemas. Isso não irá ocorrer se permanecemos realizando as tarefas sempre da mesma maneira.

Essa mentalidade vai impedir seu crescimento e te tornar resistente a ajuste necessários para aprimorar seu trabalho. A consequência disso é deixar várias oportunidade interessantes escorrerem pelas suas mãos.

Desperdício

Não perca tempo com algo que está fadado ao fracasso. Muitas vezes os empreendedores gastam tempo e dinheiro em projetos que já mostraram sinais de que não irão funcionar, O resultado disso é ter custos irreparáveis.

Desperdiçar capital, porque você cometeu um erro e não quer admitir ou porque não há uma solução alternativa para seu projeto inicial, é um caminho igualmente muito perigoso.

Começar a pensar em novas opções pode te ajudar a encontrar outras alternativas para colocar o seu projeto em prática.

Pensar que você é uma fraude

A síndrome do impostor é muito comum em nossa sociedade, principalmente nos ambientes corporativas. Por mais que sejamos bem-sucedidos e reconhecidos no nosso trabalho, aquela ponta de dúvida, muitas vezes, ronda a nossa mente.

Nós nos sentimos como atores desempenhamos papéis, que não correspondem a nossa personalidade e que a qualquer momento seremos desmascarados.

Muitas vezes, a pessoa consegue um emprego, mas acredita que não é competente para a vaga. A síndrome do impostor pode estar relacionada à ansiedade, depressão e insegurança.

A consequência desse comportamento, de acordo com a coluna da "Entrepreneur" pode fazer com que as pessoas adiem e evitem assumir riscos. Além disso, impede que elas tenham sucesso já que precisam ficar se provando constantemente.

Não enxergar o meio termo das situações

As pessoas tendem a dividir as situações em dois lados: bom ou ruim. Para muitos, é difícil enxergar um meio termo.

Quando polarizamos as situações, somos menos flexíveis e imparciais. É necessário deixar de lado esse pensamento, para pode abrir a mente para diferentes possibilidades.

Tirar conclusões precipitadas

Você já julgou mal alguém se baseando em suas percepções iniciais? Isso ocorre com muitas pessoas que tiram conclusões precipitadas sobre pessoas e situações sem ter todas as informações necessárias.

Muitas vezes, fazemos suposições ou generalizamos uma situação, porque não conseguimos distinguir entre o que realmente observamos e o que deduzimos. Isso pode levar às pessoas a tomarem decisões equivocadas.

Culpar os outros

É comum as pessoas culparem os outros pelas situações difíceis, que elas estão enfrentando. No entanto, acreditar que nossos problemas são produzidos por fatores externos não é bom, pois pode criar uma atmosfera negativa em seu ambiente de trabalho.

Atribuir a culpa de suas ações a um "bode expiatório" pode impedir que as pessoas aprendam com os seus erros. Além disso, essa postura passa aos outros uma imagem mesquinha do profissional.

Tentar controlar tudo

O microgestão é um dos grandes vilões do mundo corporativo. Recusar a ajuda dos outros profissionais vai gerar conflitos em sua equipe. Ter altos padrões para execução de tarefas não é uma solicitação ruim. É necessário pensar se eles são alcançáveis. Intervir a todo momento no trabalho pode reduzir a produtividade de seus funcionários.

Pessoas controladoras acreditam que seu nível de perfeição evitará expor-se a riscos externos, mas não podemos controlar tudo. A dica é reconhecer as suas prioridades e delegar as tarefas possíveis.

Imagem: Algumas pessoas tendem a criar realidades “distorcidas”, acreditando que são incapazes (Foto: Reprodução/Pexels)
URL da notícia: https://revistapegn.globo.com/Negocios/noticia/2018/09/confira-10-armadilhas-mentais-que-atrapalham-seu-sucesso.html